Conceitos essenciais de Marketing

As postagens do blog girarão em torno do marketing e da estratégia.  E para tirar maior proveito do que será oferecido por aqui, nada melhor que começarmos a partir dos conceitos que giram em torno do marketing e do planejamento estratégico. Para, então, nos aprofundarmos e relacionarmos os conceitos à realidade do mercado imobiliário.

O que é marketing?

Kotler, considerado o mestre do marketing, diz que:

“Marketing é atividade humana dirigida para satisfazer necessidades e desejos por meio de troca”.

Logo, o marketing é a atividade de satisfazer necessidades e desejos das pessoas. E isso requer que entendamos o público-alvo para poder satisfazê-lo.

Deixando-o no centro de qualquer ação que venha a ser realizada. Ficando claro, que se o comportamento do consumidor mudar, as estratégias de marketing deverão mudar.

Troca

Essas necessidades e desejos são satisfeitas através da troca. São quatro maneiras que podem auxiliar nesse processo: súplica, coerção, autoprodução e troca.

Na súplica o ser humano utiliza do apelo emocional e/ou insistência para satisfazer as suas necessidades. A coerção utiliza a indução, pressão ou força para a obtenção de algo. Na autoprodução é adquirido o que precisa, sem se relacionar com ninguém. Já na troca, segundo Kotler, ocorre quando:

  • Pelo menos 02 pessoas estão envolvidas;
  • Cada pessoa possui algo de valor para a outra;
  • Cada pessoa é capaz de se comunicar e fazer a entrega;
  • Cada pessoa é livre para aceitar ou não a troca;
  • Cada pessoa acredita ser pertinente participar da negociação.

Quanto mais entendermos o público-alvo, maior a chance de saber o que pode ser oferecido para que ocorra a troca e os desejos e necessidades sejam satisfeitos.

Necessidades e Desejos

necessidadeXdesejo

Necessidades estão relacionadas com as exigências básicas do ser humano. Por outro lado, os desejos estão relacionados a necessidades direcionadas a algo específico capaz de satisfazê-la.

Produto

Produto é a oferta capaz de satisfazer uma necessidade ou desejo por meio de uma troca, segundo Kotler.

Tipo de produto

Descrição

Bens Produtos tangíveis (sabonete, carro, jóias…)
Serviços Produtos intangíveis (aula de inglês, consulta médica…)
Experiências Produtos que causam uma experiência específica (ir a Disney)
Eventos Produtos relacionados a acontecimentos (Olimpíadas)
Pessoas O produto é uma pessoa (celebridades, personalidades…)
Lugares O produto é um lugar (praia de Ipanema, São Paulo…)
Propriedades O produto é um direito intangível de posse, tanto imobiliária quanto financeira (uma casa, no caso imobiliário ou ações, no caso financeiro)
Organizações O produto é uma organização ou instituição (empresa, escola)
Informações O produto é a informação (revista, enciclopédia, sites)
Ideias O produto é um conceito ou benefício

Público-alvo

Toda a estratégia de marketing deve possuir como início e origem um público-alvo, estando consciente dos objetivos a serem alcançados com esse público. Sabendo quais desejos e/ou necessidades pretendem ser satisfeitos.

Tudo gira em torno do público-alvo. Pois cada público possui suas peculiaridades, exigindo estratégias especificas e adequadas a ele.

Ambiente de Marketing

ambientes de marketing

Um dos fatores mais importantes do planejamento de marketing é a análise do ambiente. E em função do ambiente que poderemos traçar a melhor estratégia.

Dois tipos de ambientes estão relacionados ao marketing: o macro e o microambiente.

Microambiente: Consiste em forças próximas à empresa que afetam sua capacidade de servir seus Clientes – a própria empresa, os fornecedores, as empresas do canal de marketing, os clientes, os concorrentes e os públicos. Macroambiente: Consiste em forças sociais maiores que afetam todo o microambiente – forças demográficas, econômicas, naturais, tecnológicas, políticas e culturais.

As organizações precisam reagir aos acontecimentos do macriambiente, e aquelas que reagem mais rápido e de forma adequada, consegue vantagem competitiva no mercado.

Fatores demográficos: Este fator é o mais interessante para os profissionais, pois estuda a população humana.

Fatores econômicos: Fatores que afetam os hábitos de gasto e o poder de compra do consumidor.

Fatores físico-naturais: Fatores que afetam os recursos naturais utilizados como subsidios pelos profissionais de marketing ou que afetam as atividades de marketing.

Fatores tecnológicos: Novas tecnologias que, quando introduzidas no mercado, afetam o produto/negócio.

Fatores políticos: Este é constituído de leis, órgãos governamentais e grupos de pressão que influenciam e/ou limitam a organização, seus produtos ou impactam seus clientes.

Fatores socioculturais: Constituído de instituições e outras forças que afetam os valores, percepções, preferências e comportamento básico da sociedade.

Muitos outros conceitos compõem o sistema de gestão de marketing, como canais de distribuição, satisfação, concorrência, segmentação, canais e rede de valor, preço etc. Entretanto, conforme informado no início deste post, não possuo a intenção de mostrar no blog tudo o que compõe a gestão de marketing. Mas os principais conceitos que o auxiliarão a realizar o planejamento estratégico da sua imobiliária.